Curió Pensante - Informação, reflexão, ironia e um pouco de realismo fantástico.
A EXTREMA CANALHICE DA TURMA DE DIMENSTEIN
A leviandade contra André Matos.
date_range10/06/2019 às 22:49

Holy Land

Por: Márcio Rogério Bernardo Matos


Gilberto Dimenstein é um escritor medíocre e não lido que foi jornalista colunista da Folha de São Paulo por 28 anos graças a cota de esquerdismo do mesmo jornal. Na verdade em termos de qualificação literária, Dimenstein está bem abaixo da mediocridade, se tivermos em mente a compreensão que o termo se refere à um ponto mediano na escala de classificação.
Em 2008, Dimenstein criou o portal Catraca Livre para divulgar a princípio eventos culturais e afins. Era tudo mero balão de ensaio para a produção de conteúdo com uma forte temática de influência e arregimentação cultural; algo nos moldes do gramscismo cultural que têm o intuito direto mas obscuro, de transformar a sociedade naturalmente conservadora e cristã do Brasil num exército de pensamento monocórdico; a revolução cultural pela destruição das instituições e valores tradicionais da sociedade.
O Catraca Livre é um dos muitos tentáculos do esquerdismo brasileiro que têm gerado uma juventude acéfala e com total desprezo pelo passado, portando-se ela como se fosse a nova e mais aprimorada geradora de ideias. No último sábado, 08/06, o Catraca Livre mais uma vez no entanto, abusou da liberdade de mentir, que é outra prioridade nele seguida a risca quando de seu interesse: Tivemos a triste notícia do falecimento do músico André Matos, membro fundador das bandas Hiper, Angra e Shaman; todas elas com enorme repercussão e sucesso maior no exterior do que mesmo no Brasil. Mais do que isso, as bandas criadas por André Matos foram precursoras do sucesso do Metal brasileiro e produziram um legado maravilhoso.
Pois imundamente, sem respeito pelo trabalho de André, pelo luto de muitos e pela verdade, o Catraca Livre atribuiu a morte do celebrado músico ao governo Bolsonaro e os cortes no orçamento da cultura. Tal ilação é asquerosa e reflete o modus operandi de Dimenstein, de seu portal e daqueles a quem os mesmos sugam o saco; uma canalhada sem escrúpulos.
André Matos tinha 47 anos e era habilitado em Regência Orquestral, Composição Musical, habilitação em Canto Lírico e habilitação em Piano Erudito.

Sobre
Informação, reflexão, ironia e um pouco de realismo fantástico! Participe conosco da construção de um novo pensar consciente e livre de manipulações! Acompanhe-nos em nosso blog, Instagram, Facebook, Twitter e no site Miséria, o maior portal de notícias do interior cearense. Editorial: Antonia Gomes Lacerda de Meneses - Jornalista e editora-chefe Márcio Rogério Bernardo Matos - Crítico Literário,Teólogo e Redator www.curiopensante.com.br @curiopensante.com.br (88)9 9700-9589 (88)9 9918-3034